Facebook

Teses e Dissertações


2021


Aluno:Rafaela Costa Martins

Título: Níveis de estresse crônico medido por cortisol materno-infantil e seus determinantes na primeira infância: estudo de coorte de nascimentos e ensaio clínico randomizado

E-mail:rafamartins1@gmail.com

Área de concentração:

Orientador:Joseph Murray

Banca examinadora:Adriane Arteche, Mateus Levandowski e e Iná Santos

Data defesa:25/02/2021

Palavras-chave:

O cortisol capilar é um biomarcador que vem sendo usado para medir estresse
crônico. Diferente do estresse agudo, que pode ser bom para o corpo humano
(como o exercício físico), o estresse crônico pode afetar negativamente
diversos sistemas no organismo, como o imunológico, cardiovascular ou
nervoso. Porém, ainda existem poucos estudos sobre determinantes,
consequências e prevenção do estresse crônico. Assim, o primeiro objetivo
dessa tese foi revisar sistematicamente a literatura sobre o impacto de
intervenções parentais no estresse em crianças e seus cuidadores. Os
resultados da meta-análise não confirmaram a hipótese que intervenções
parentais modificam níveis de cortisol em crianças ou seus cuidadores. Porém,
foi difícil comparar os estudos devido aos diferentes métodos usados, e apenas
um estudo mediu cortisol capilar, ou seja, estresse crônico. O segundo objetivo
da tese foi determinar o nível de cortisol capilar de 3.252 crianças e 3.329
cuidadores na Coorte de Nascimentos de Pelotas de 2015. Nesse estudo de
base populacional, que é o maior sobre estresse crônico no mundo até hoje, a
mediana de cortisol em crianças foi 7,6 pg/mg (IQR = 5,6 – 11,0) e nos
cuidadores foi de 5,6 pg/mg (IQR = 4,2 – 7,9). O único determinante de cortisol
capilar em crianças foi a educação materna, e nos cuidadores foram a
educação, cor natural do cabelo, último corte de cabelo e última lavagem do
cabelo. O último objetivo da tese foi identificar a adesão das mães em duas
intervenções parentais oferecidas para famílias em vulnerabilidade. As duas
intervenções (ACT e DBS) fazem parte do ensaio clínico randomizado PIÁ,
aninhado à Coorte de Nascimentos de Pelotas de 2015. A adesão nos dois
programas foi alta (ACT: 64,2% e DBS: 76,6%), e as mães afirmaram que
tiveram experiências positivas em ambas as metodologias aplicadas. As mães
também destacaram algumas dificuldades práticas para participar das
sessões. Para o ACT, a menor distância entre a casa e o local da intervenção
e a menor idade materna foram preditoras da adesão. Não encontramos
nenhum preditor para a adesão ao DBS.

Palavras-chave: Cortisol capilar. Estresse. Primeira Infância. Estudo de coorte.
Brasil.

Abstract

MARTINS, Rafaela Costa. Chronic stress measured by cortisol in mothers
and their child, and its determinants in early childhood: birth cohort and
randomized controlled trial studies. 2021.196p. PhD Thesis in
Epidemiology. Post-Graduate Program in Epidemiology. Federal University of
Pelotas, Pelotas, 2021.

Hair cortisol is a biomarker used to measure chronic stress. In contrast to acute
stress, which may be good for health (e.g. physical exercise), chronic stress
may negatively affect several systems of the organism, such as the immune,
cardiovascular and nervous systems. However, there is relatively little evidence
about determinants, consequences and prevention of chronic stress. Thus, the
first objective of this thesis was to systematically review literature about the
impact of parenting interventions that might reduce stress, in children and their
caregivers. Meta-analytic results from this review did not support the hypothesis
that parenting interventions alter cortisol levels in children or their caregivers.
However, studies were hard to compare because of their varying methods, and
only one study had used hair samples to measure levels of chronic cortisol. The
second aim of this thesis was to determine cortisol levels of 3,252 children and
3,329 caregivers, in the 2015 Pelotas Birth Cohort Study. In this largest study
worldwide to date the median level of hair cortisol in children was 7.6 pg/mg
(IQR = 5.6 – 11.0) and in caregivers it was 5.6 pg/mg (IQR = 4.2 – 7.9). The
only determinant of hair cortisol in children was maternal education, while in the
caregivers, education, natural hair color, last haircut, and last hair wash
associated with cortisol levels. The third objective of this thesis was to identify
and explain the extent to which parents engaged in two group-based parenting
programs (ACT and DBS), offered to high-risk families enrolled in a randomized
controlled trial. Completion rates were high for both programs (ACT: 64.2% and
DBS: 76.6%), and mothers reported positive experiences of both programmes.
However, they also highlighted some practical difficulties in attending all the
sessions. For the ACT program, shorter distance between the intervention site
and the household, as well as lower maternal age, predicted attendance. No
significant predictor was found for DBS attendance.

Keywords: Hair cortisol. Stress. Early Childhood. Cohort study. Brazil.


Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia - Centro de Pesquisas Epidemiológicas