Facebook

Teses e Dissertações


2018


Aluno:M√°rcio de Almeida Mendes

Título: Calibra√ß√£o e aplica√ß√£o de limiares de intensidade para classifica√ß√£o de atividade f√≠sica em adultos

E-mail:marciopenha.esef@yahoo.com

Área de concentração:

Orientador:Elaine Tomasi

Banca examinadora:Jeffer Eidi Sasaki (University of Massachusetts), Airton Rombaldi e Fernando Wehrmeister.

Data defesa:27/02/2018

Palavras-chave:Epidemiologia; Acelerometria; Calibração; Coorte 1982

Os aceler√īmetros (dispositivos port√°teis que medem a acelera√ß√£o dos movimentos corporais em um, dois ou tr√™s eixos - vertical, medio-lateral e anteroposterior) representam uma alternativa mais vi√°vel em termos log√≠sticos e econ√īmicos quando comparados a outros instrumentos de medida objetiva de atividade f√≠sica como calorimetria indireta ou √°gua duplamente marcada. Al√©m disso, em rela√ß√£o a instrumentos de medida subjetiva como os question√°rios de atividade f√≠sica ‚Äď instrumento de medida mais utilizado em estudos de base populacional ‚Äď os aceler√īmetros fornecem medidas mais fidedignas do tempo gasto com atividades f√≠sicas. No entanto, embora os aceler√īmetros apresentem vantagens, ao mesmo tempo configuram-se como um instrumento de medida relativamente novo e, em consequ√™ncia disto, pass√≠vel ainda de aprimoramentos, principalmente no que diz respeito √† interpreta√ß√£o das informa√ß√Ķes fornecidas. Neste contexto, o primeiro artigo da tese apresentou uma revis√£o sistem√°tica da literatura sobre os m√©todos e resultados encontrados em estudos de calibra√ß√£o de acelerometria usando sinal bruto de acelera√ß√£o para medir atividade f√≠sica. Foi poss√≠vel observar que os estudos de calibra√ß√£o em acelerometria utilizando dados brutos s√£o incipientes e possuem diferentes processos de filtragem dos dados. Procedimentos padronizados de filtragem dos dados s√£o necess√°rios para aumentar a comparabilidade entre os diferentes estudos de calibra√ß√£o em acelerometria. O segundo artigo avaliou par√Ęmetros de validade (sensibilidade, especificidade e acur√°cia) de diferentes limiares de intensidade absoluta em METs, assumindo como medida crit√©rio categorias de intensidade relativa com base no percentual de consumo m√°ximo de oxig√™nio. Os resultados deste estudo mostraram que os limiares de intensidade de atividade f√≠sica gerados nas an√°lises foram maiores e apresentaram maior especificidade quando comparados aos limiares presentes nas atuais recomenda√ß√Ķes de atividade f√≠sica. Al√©m disso, os limiares originados apresentaram uma precis√£o relativamente alta, inclusive quando aplicados especificamente a grupos de sexo, idade, estado nutricional e aptid√£o f√≠sica. Por fim, no √ļltimo artigo foram elaboradas diferentes propostas de pontos de corte para classificar intensidades de atividade f√≠sica por meio de acelerometria, adotando diferentes medidas crit√©rio. Neste artigo tamb√©m foi apresentada a compara√ß√£o entre as estimativas de atividade f√≠sica moderada √† vigorosa conforme as diferentes propostas de pontos de corte elaboradas no estudo. Os resultados deste estudo permitiram identificar que a escolha da medida crit√©rio no processo anal√≠tico de calibra√ß√£o em acelerometria exerce importante influ√™ncia nos limiares de intensidade identificados e consequentemente nas estimativas de atividade f√≠sica.

Palavras-chave:
Epidemiologia;Atividade Física;Acelerometria;Calibração em acelerometria


Abstract:
Accelerometers (motion sensors that measure the acceleration of body movements in one, two or three axes - vertical, horizontal right-left and horizontal front-back axis) represent a simpler and cheaper alternative when compared to other objective measurement instruments of physical activity like calorimetry Indirect or doublemarked water. Furthermore, regarding to subjective measurement instruments like physical activity questionnaires - a measurement instrument most used in populationbased studies - accelerometers provide more reliable measures of time spent on physical activities. However, although accelerometers have advantages, these measuring instruments are relatively new and, as a consequence, possible to be improved mainly in relation to the interpretation of the information provided. Taking into account this background, the first paper of the thesis presented a systematic review of the literature about the methods and results found in accelerometry calibration studies using raw acceleration signal to measure physical activity. It was possible to observe that the calibration studies on raw data accelerometry might be considered incipient and mostly are based on different metrics. However, promising validity parameters on physical activity intensities were identified. Standardized procedures are necessary to increase the comparability among studies using different accelerometers brands. The second article evaluated valid parameters of different absolute intensity thresholds in METs, assuming as a criterion measure relative intensities based on the percentage of the maximum oxygen uptake (VO2max) among adults. The results showed that the physical activity thresholds generated according to the entire sample were higher and presented higher specificity when compared to thresholds currently recommended. Moreover, these parameters presented relatively high accuracy, including when specifically applied to groups of sex, age, nutritional status and physical fitness. In the last article, two cutpoints proposals were created to classify physical activity intensities with accelerometry method, using different criterion measures. In this study we also presented a comparison among the estimates of moderate to vigorous physical activity according to the different cut-points proposals elaborated in the study. The results of this study allowed to identify that the choice of the criterion measure in analytical process of calibration in accelerometry exerts an important influence on the intensity thresholds identified and physical activity estimates.

Keywords:
Epidemiology;Physical Activity;Accelerometry;Accelerometer Calibration


Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia - Centro de Pesquisas Epidemiológicas