Facebook

Teses e Dissertações


2015


Aluno:Josiane Luzia Dias Damé

Título: Tabagismo durante a gesta√ß√£o: defini√ß√£o, tend√™ncia temporal e cessa√ß√£o

E-mail:josianeddame@yahoo.com.br

Área de concentração:Epidemiologia

Orientador:Juraci Almeida Cesar

Banca examinadora:Bernardo Lessa Horta, Ana Maria Baptista Menezes e Ra√ļl Andr√©s Mendoza-Sassi.

Data defesa:05/11/2015

Palavras-chave:Tabagismo. Prevalência. Cessação. Tendência. Abandono do uso de tabaco. Gestação

O tabagismo durante a gesta√ß√£o est√° entre as principais causas evit√°veis de desfechos desfavor√°veis fetais e maternos. Medir a preval√™ncia e identificar fatores associados ao tabagismo e sua cessa√ß√£o no per√≠odo gestacional pode facilitar a implementa√ß√£o de programas, a realiza√ß√£o de interven√ß√Ķes efetivas e, por conseguinte, diminuir os efeitos adversos sobre a sa√ļde materno-fetal. Este estudo teve como objetivo avaliar o tabagismo na gesta√ß√£o entre parturientes residentes no munic√≠pio de Rio Grande, RS. Para tanto, foram utilizados dados de tr√™s inqu√©ritos perinatais realizados em 2007 (n=2.540), 2010 (n=2.379) e 2013 (n=2.653). Esses inqu√©ritos s√£o censit√°rios, ou seja, inclu√≠ram todos os nascimentos ocorridos neste munic√≠pio entre 1¬ļ de janeiro e 31 de dezembro em cada um desses anos. As informa√ß√Ķes foram obtidas por meio de question√°rios padr√£o pr√©-codificados aplicados, na sua quase totalidade, ainda no hospital nas primeiras 48 horas ap√≥s o parto. Foram coletados dados sobre vari√°veis demogr√°ficas, socioecon√īmicas, de assist√™ncia √† gesta√ß√£o e ao parto, al√©m de caracter√≠sticas comportamentais e reprodutivas. Este volume √© composto por tr√™s artigos. O primeiro apresenta uma revis√£o sistem√°tica das defini√ß√Ķes de tabagismo durante a gesta√ß√£o utilizadas em estudos de base populacional, descrevendo alguns aspectos da metodologia utilizada nestes estudos. Foram encontradas 32 defini√ß√Ķes diferentes para tabagismo, sendo a do tipo ‚Äúsim‚ÄĚ/‚ÄĚn√£o‚ÄĚ a mais frequente. A maioria dos estudos baseou-se em dados provenientes de registros de nascimentos, coletou os dados durante a gesta√ß√£o ou ap√≥s o parto e utilizou o tabagismo referido. O segundo artigo utilizou dados dos tr√™s inqu√©ritos e avaliou a tend√™ncia temporal de tabagismo antes e durante a gesta√ß√£o bem como a tend√™ncia temporal da cessa√ß√£o do tabagismo durante a gesta√ß√£o. A preval√™ncia de tabagismo antes da gesta√ß√£o caiu de 28% (26,2-29,7) em 2007 para 22% (20,8-24,0), em 2013 (p<0,001). A preval√™ncia de tabagismo durante a gesta√ß√£o caiu de 22% (20,4-23,7) em 2007 para 18% (16,6-19,5), em 2013 (p<0,001). Esta redu√ß√£o variou marcadamente conforme o quintil de renda, de 17% entre as mais pobres a 35% entre as mais ricas (p<0,001). Quanto menor a renda, maior a preval√™ncia de tabagismo. A cessa√ß√£o foi mais prevalente entre mulheres com maior escolaridade e renda. O terceiro artigo utilizou dados somente do inqu√©rito realizado em 2013 e avaliou a preval√™ncia e os fatores associados √† cessa√ß√£o do tabagismo durante a gesta√ß√£o. A preval√™ncia de cessa√ß√£o durante a gesta√ß√£o foi de 24,9% (21,5-28,6). Ap√≥s ajuste, m√£es de menor idade (RP=1,76; 1,13-2,74), maior renda familiar (RP=1,83; 1,23-2,72), com maior escolaridade (RP=2,79; 1,27-6,15), que realizaram maior n√ļmero de consultas de pr√©-natal (RP=1,84; 1,11-3,05), e que n√£o fumaram na gesta√ß√£o anterior (RP=2,93; 1,95-4,41), apresentaram maior RP para cessa√ß√£o do tabagismo. Os resultados obtidos nestes estudos mostram que a preval√™ncia de tabagismo antes e durante a gesta√ß√£o ainda √© alta. Al√©m disso, apesar da gesta√ß√£o ser um momento prop√≠cio √† interrup√ß√£o do tabagismo, a preval√™ncia de cessa√ß√£o ainda √© baixa e mostrou-se mais acentuada entre m√£es com menor risco de complica√ß√Ķes durante o parto. Estes dados evidenciam a necessidade de interven√ß√Ķes continuadas priorizando as gestantes de pior n√≠vel socioecon√īmico.


Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia - Centro de Pesquisas Epidemiológicas