Facebook

Teses e Dissertações


2010


Aluno:Elaine Thumé

Título: Assist√™ncia domiciliar a idosos: desempenho dos servi√ßos de aten√ß√£o b√°sica

E-mail:elainethume@gmail.com

Área de concentração:Epidemiologia

Orientador:Luiz Augusto Facchini

Banca examinadora:Anaclaudia Gastal Fassa (UFPel), Maria Lucia Lebr√£o (USP), Ra√ļl Andr√©s Mendoza-Sassi (FURG).

Data defesa:28/09/2010

Palavras-chave:Epidemiologia; Assistência domiciliar

O crescimento da popula√ß√£o idosa √© acompanhado pelo incremento nas taxas de morbidades cr√īnicas e incapacidades demandando maiores investimentos em programas de sa√ļde preventivos e de base domiciliar. A Pol√≠tica Nacional de Sa√ļde da Pessoa Idosa preconiza a manuten√ß√£o do idoso na comunidade, com o apoio dos familiares e o estabelecimento de uma rede social de ajuda. Portanto, os servi√ßos de aten√ß√£o b√°sica √† sa√ļde precisam adequar-se a esta nova demanda, identificando precocemente idosos em situa√ß√£o de fragilidade e resgatando o domic√≠lio como ambiente terap√™utico. Estudo realizado por Elaine Thum√© (UFPel), orientado pelos professores Luiz Augusto Facchini (UFPel) e Michael Reich (Harvard University ‚Äď EUA), avaliou a assist√™ncia domiciliar a idosos, prestada por enfermeiros, m√©dicos, fisioterapeutas e assistentes sociais, segundo modelos de aten√ß√£o b√°sica ‚Äď Sa√ļde da Fam√≠lia e Tradicional. Os dados foram coletados em Bag√©, Rio Grande do Sul, no ano de 2008. Um total de 1.593 idosos com 60 anos ou mais de idade, moradores da √°rea urbana do munic√≠pio, responderam ao question√°rio. De cada cem idosos, sete referiram ter recebido assist√™ncia no domic√≠lio no per√≠odo de tr√™s meses anteriores √† entrevista. A assist√™ncia domiciliar foi maior entre os idosos com hist√≥ria pr√©via de derrame, hospitalizados no √ļltimo ano, presen√ßa de sinais de dem√™ncia e incapacidade para as atividades da vida di√°ria. Nas √°reas sob responsabilidade das equipes Sa√ļde da Fam√≠lia a utiliza√ß√£o de assist√™ncia domiciliar foi cerca de tr√™s vezes maior quando comparada com as √°reas sob responsabilidade da aten√ß√£o b√°sica Tradicional. A fam√≠lia foi respons√°vel por 75% das solicita√ß√Ķes de cuidado. Nas √°reas da aten√ß√£o b√°sica Tradicional, os m√©dicos responderam pela maior presta√ß√£o de cuidados, enquanto, nas √°reas da estrat√©gia Sa√ļde da Fam√≠lia houve maior diversifica√ß√£o dos profissionais envolvidos no cuidado, com destaque para a equipe de enfermagem. Aproximadamente 78% das solicita√ß√Ķes foram atendidas em at√© 24 horas, 95% dos usu√°rios avaliaram positivamente o cuidado recebido e dois ter√ßos dos idosos referiram melhora nas condi√ß√Ķes de sa√ļde, ap√≥s o atendimento, independente do modelo de aten√ß√£o.A implanta√ß√£o da estrat√©gia Sa√ļde da Fam√≠lia em Bag√©, melhorou o acesso e resultou em maior utiliza√ß√£o de assist√™ncia domiciliar. Estes achados podem servir de est√≠mulo √† expans√£o da cobertura da Sa√ļde da Fam√≠lia nos grandes centros urbanos, locais onde a cobertura ainda √© limitada. O fato da estrat√©gia Sa√ļde da Fam√≠lia operar em √°reas de maior vulnerabilidade social sugere uma maior equidade no acesso √† assist√™ncia domiciliar entre os idosos. Nestas √°reas, a maior preval√™ncia de idosos com renda per capita de at√© um sal√°rio m√≠nimo e sem acesso a plano de sa√ļde indica que a Sa√ļde da Fam√≠lia permitiu diminuir a desigualdade financeira no acesso aos cuidados domiciliares. As avalia√ß√Ķes positivas dos idosos e familiares sobre o cuidado recebido e oimpacto na situa√ß√£o de sa√ļde refor√ßam o domic√≠lio como ambiente terap√™utico, reiterando a import√Ęncia de uma rede social de apoio.


ARTIGOS

1-The Utilization of Home Care by the Elderly in Brazil's Primary Health Care System

RESUMO: We assessed the utilization of home care by the elderly in Brazil after implementation of the Family Health Strategy (FHS).
Methods:. Data were derived from a cross-sectional study in a southern city in Brazil. Using the c2 test and a logistic regression with different levels of determination, we tested the hypothesis that the FHS increased the utilization of home care compared with utilization under the Traditional Primary Health Care (TPHC) system.
Results:. We interviewed 1593 residents aged 60 years and older. Home care utilization under the FHS was 2.7 times the rate of utilization under the TPHC (95% confidence interval=1.5, 4.7; P=.001), and utilization increased among the older group, the less educated, those with history of hospitalization, and those with functional limitations.
Conclusions: Improvement in access to care resulted in greater utilization of home care. Our findings have policy implications that include expanding the coverage of the FHS throughout big cities where coverage is limited. These findings are important because the population is aging and the family strategy operates in poorer areas; thus, it can promote equity in access to home health care among the elderly.
Palavras-chave: elderly; Home Care; Primary Health Care System

2-Assistência domiciliar a idosos: fatores associados, características do acesso e do cuidado

OBJETIVO: Avaliar fatores associados √† assist√™ncia domiciliar recebida pela popula√ß√£o idosa e suas caracter√≠sticas, segundo modelos de aten√ß√£o Estrat√©gia Sa√ļde da Fam√≠lia e modelo tradicional.

M√ČTODOS: Estudo transversal de base populacional, com amostra representativa de 1.593 indiv√≠duos com 60 anos ou mais, residentes na regi√£o urbana de Bag√©, RS, em 2008. A amostragem foi realizada em m√ļltiplos est√°gios. Os dados foram coletados em entrevistas individuais. Foram analisadas as formas de acesso aos servi√ßos, participa√ß√£o dos profissionais, satisfa√ß√£o e situa√ß√£o de sa√ļde dos usu√°rios ap√≥s o atendimento. Foi utilizado modelo de regress√£o de Poisson para estimar as raz√Ķes de preval√™ncia bruta e ajustada, os respectivos intervalos com 95% de confian√ßa e p-valor (teste de Wald).
RESULTADOS: Assist√™ncia domiciliar foi estatisticamente associada √† hist√≥ria pr√©via de acidente vascular cerebral, √† presen√ßa de sinais de dem√™ncia e √† incapacidade para as atividades da vida di√°ria. A fam√≠lia foi respons√°vel por 75% das solicita√ß√Ķes de cuidado. Nas √°reas da aten√ß√£o tradicional, os m√©dicos responderam pela maior promo√ß√£o de cuidados, enquanto nas √°reas da Estrat√©gia Sa√ļde da Fam√≠lia destacou-se a participa√ß√£o da equipe de enfermagem. Aproximadamente 78% das solicita√ß√Ķes foram atendidas em at√© 24 horas e 95% dos usu√°rios avaliaram positivamente o cuidado recebido. Dois ter√ßos dos idosos referiram melhora nas condi√ß√Ķes de sa√ļde.
CONCLUS√ēES: As vari√°veis associadas ao recebimento de assist√™ncia domiciliar reiteram os indicadores de fragilidade destacados na Pol√≠tica Nacional de Sa√ļde da Pessoa Idosa e fortalecem a import√Ęncia da estrat√©gia na promo√ß√£o da equidade no cuidado dos idosos. A avalia√ß√£o positiva e o impacto na situa√ß√£o de sa√ļde afirmam o domic√≠lio como ambiente terap√™utico.
Palavras-chave: Idoso; Assist√™ncia Domiciliar; Acesso aos Servi√ßos de Sa√ļde.

3- Avaliação da Qualidade da Assistência Domiciliar a Idosos: revisão da literatura

A revis√£o da literatura objetivou a busca de instrumentos e indicadores utilizados para avaliar a qualidade da assist√™ncia prestada aos idosos no √Ęmbito domiciliar. Foram pesquisadas as bases de dados bibliogr√°ficas PubMed, WoS e Lilacs, em janeiro de 2010. Os dezenove artigos selecionados foram agrupados em dois conjuntos: o primeiro reuniu as quest√Ķes conceituais, instrumentos e indicadores testados nas √ļltimas duas d√©cadas. No segundo conjunto foram agrupados os trabalhos sobre a utiliza√ß√£o destes instrumentos em estudos e pesquisas. Dois instrumentos se destacaram no estudo da qualidade da aten√ß√£o domiciliar: o Outcome and Assessment Information Set e o Minimum Data Set - Home Care (MDS-HC). A taxa de hospitaliza√ß√£o, a capacidade funcional e o controle da dor foram indicadores utilizados em ambos instrumentos. A avalia√ß√£o cognitiva, a taxa de vacina√ß√£o contra Influenza, al√©m da neglig√™ncia ou abuso foram indicadores destacados no MDS-HC. Esta revis√£o poder√° subsidiar a discuss√£o sobre a elabora√ß√£o de instrumentos pr√≥prios e indicadores adequados para avaliar a qualidade da assist√™ncia domiciliar, principalmente diante da expans√£o e consolida√ß√£o da estrat√©gia de sa√ļde da fam√≠lia.

Palavras-chave: avalia√ß√£o, assist√™ncia domiciliar, idosos, indicadores de sa√ļde, aten√ß√£o
b√°sica √† sa√ļde.


Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia - Centro de Pesquisas Epidemiológicas