Facebook

Teses e Dissertações


2012


Aluno:Fernando César Wehrmeister

Título: Adiposidade corporal ao longo da adolescência e função pulmonar aos 8-19 anos de idade. Coorte de Nascimentos de 1993, Pelotas – RS

E-mail:fcwehrmeister@yahoo.com.br

Área de concentração:Epidemiologia

Orientador:Ana Maria Baptista Menezes

Banca examinadora:Silvia Elaine Cardoso Macedo (UFPel), Moema Chatkin (UCPel), Iná da Silva dos Santos (UFPel).

Data defesa:16/04/2012

Palavras-chave:Percentual de massa gorda, VEF1, CVF, circunferência de cintura

A obesidade, um dos fatores de risco mais comuns para morbidades crônicas, em crescido muito nos últimos anos. O excesso de adiposidade corporal também está associado com maiores complicações de doenças crônicas, entre elas as morbidades respiratórias, que têm grande impacto sobre a saúde de crianças e adolescentes.
Estudos transversais têm apontado que o IMC (Índice de Massa Corporal) tem associação inversa com função pulmonar em adultos jovens, porém, o IMC pode não ser a medida que melhor expressa a quantidade de gordura corporal nesta faixa etária.
Estudos longitudinais avaliando adiposidade corporal com função pulmonar são escassos na literatura. Este projeto pretende avaliar a associação entre adiposidade corporal com função pulmonar em adolescentes de 18-19 anos. A adiposidade corporal assim como a distribuição da gordura serão avaliadas através de exames como o Bod Pod, DXA e o Photonic Scanner; medidas antropométricas como o IMC, pregas cutâneas, razão cintura-quadril e circunferência de cintura serão avaliadas para traçar a trajetória da obesidade ao longo da adolescência. Entender os mecanismos que permeiam a relação da adiposidade corporal e da distribuição da gordura com a função pulmonar aos 18 anos de idade, em um estudo de coorte longitudinal, pode trazer importante contribuição para o planejamento de políticas e intervenções que impeçam a redução da função pulmonar, reconhecida como importante fator de risco para mortalidade por doenças respiratórias crônicas na vida adulta. O presente estudo faz parte de um projeto mais amplo nominado: “Influências precoces e contemporâneas sobre a composição corporal, capital humano, saúde mental e precursores de doenças crônicas complexas: Coorte de Nascidos Vivos de 1993”.

Artigos

1 – Tendência temporal de asma em crianças e adolescentes no Brasil no período de 1998 a 2008

OBJETIVO: Analisar as tendências de asma em crianças e adolescentes entre 1998 e 2008 no Brasil.

MÉTODOS: Foram analisados os dados de prevalência de asma da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, dos anos de 1998, 2003 e 2008. A amostra foi constituída por 141.402, 144.443 e 134.032 indivíduos em 1998, 2003 e 2008, respectivamente, e a análise foi ajustada pelo desenho amostral.
As tendências de asma foram descritas por sexo, regiões do Brasil e local de residência, em crianças (zero a nove anos) e adolescentes (dez a 19 anos).

RESULTADOS: A prevalência de asma entre crianças foi 7,7% em 1998, 8,1% em 2003 e 8,5% em 2008, com um incremento anual de 1%. O maior aumento anual foi observado nas regiões Sudeste e Norte (1,4%). Entre o grupo de adolescentes, a prevalência de asma foi de 4,4% em 1998, 5,0% em 2003 e 5,5% em 2008, com aumento de 2,2% ao ano. Na região Nordeste, o aumento anual na prevalência de asma foi de 3,5%. Os maiores incrementos foram observados entre os meninos e entre moradores da zona rural.

CONCLUSÕES: Apesar de a asma apresentar um decréscimo em países emergentes, no Brasil os resultados apontam um incremento da asma entre crianças e adolescentes no período de 1998 e 2008, especialmente na zona rural.

DESCRITORES: Criança. Adolescente. Asma, epidemiologia. Estudos de Séries Temporais.


2 – Waist circumference and pulmonary function: a systematic review and metaanalysis

Studies have reported an impact of central obesity on people’s health. The literature is scarce on the effects of waist circumference (WC) on pulmonary function (PF). The objective was to review the literature on the association between WC and PF.
A systematic review was carried out in PubMed, CINAHL, Web of Science and Scopus databases. The search encompassed all published, in press and on-line documents up to December, 2011. A meta-analysis was carried out to obtain he pooled effect, and a meta-regression to evaluate sources of heterogeneity.
From 547 studies identified, ten were included. The meta-analysis pointed to an inverse relationship between WC and FEV1 (β = -10.5 [95%CI-14.4; -6.6]) and FVC (β = -11.5 [95%CI-23.2; -8.5]); the effect was greater among men (FEV1 β = -15.9 [95%CI-15.3; - 7.7]; FVC β = -16.6 [95%CI-21.2; -12.2]) compared to women (FEV1 β = -5.6 [95%CI- 9.1; -2.1]; FVC β = -7.0 [95%CI-9.1; -4.8]). The meta-regression identified sex as the characteristic that most contributed to the heterogeneity (R2=54.8% for FEV1 and 85.7% for FVC).
It seems that there is an inverse relationship between WC and PF, mainly in men. More population-based studies should be performed, especially among children and adolescents to confirm these findings.

Key Words: anthropometry; forced vital capacity; forced expiratory volume; pulmonary function tests; review; waist circumference.


3 – Adiposidade e função pulmonar ao longo da adolescência: evidências da Coorte de nascimentos de 1993, Pelotas, Brasil

Introdução: estudos transversais têm apontado uma relação inversa entre
circunferência de cintura (CC) e função pulmonar (FP) em adultos e idosos; efeitos em longo prazo dessa associação e, em adolescentes, ainda não estão esclarecidos.

Objetivos: avaliar os efeitos, ao longo da adolescência, da CC e do percentual de gordura corporal na função pulmonar. Métodos: estudo longitudinal da Coorte de Nascimentos de 1993, na cidade de Pelotas, Brasil, no acompanhamento dos 18 anos.
A CC foi avaliada através da diferença dos 15 aos 18 anos, em desvios-padrão,
ajustado para altura nos dois períodos. O percentual de gordura corporal foi avaliado através de pletismografia por deslocamento de ar. Espirometria foi realizada para obtenção do Volume Expiratório Forçado no 1º segundo (VEF1) e a Capacidade Vital Forçada (CVF). Modelos de regressão linear multivariável foram utilizados.

Resultados: dos 5249 membros originais da coorte, foram acompanhados, aos 18 anos, 4129. Desses, 3859 realizaram testes de função pulmonar. Houve relação inversa e estatisticamente significante entre a diferença de CC e VEF1 e, no sexo masculino, tanto para valores absolutos (β = -0,028 [IC 95% -0.053; -0.003]) como para valores previstos (β = -0.646 [IC 95% -1.247; -0.046]). Para o percentual de gordura corporal, também houve relação inversa para VEF1 e CVF, estatisticamente significantes em ambos os sexos. Conclusão: a diferença de CC e o percentual de gordura corporal foram associados negativamente com FP. Entretanto, o percentual de gordura atual parece ser um determinante mais importante clinicamente para a função pulmonar do que a diferença de CC.

Palavras-chave: percentual de massa gorda, VEF1, CVF, circunferência de cintura


Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia - Centro de Pesquisas Epidemiológicas